Desembargador manda juiz analisar pedido para afastar Salles

Ação foi apresentada há mais de três meses pelo Ministério Público Federal

O desembargador Ney Bello determinou ao juiz da 8ª Vara Federal no Distrito Federal que analise o pedido de afastamento do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

A ação foi apresentada pelo Ministério Público Federal há mais de três meses e ainda não havia decisão sobre o pedido. O magistrado também incluiu o processo na pauta de julgamento do dia 27 de outubro. 

O Ministério do Meio Ambiente disse que "a PGR e o STF já reconheceram que não existe sequer indício real de fato imputado ao ministro".

O MPF acionou a Justiça em julho, alegando que Ricardo Salles promoveu uma "desestruturação dolosa das estruturas de proteção ao meio ambiente".

"Caso não haja o cautelar afastamento do requerido do cargo de Ministro do Meio Ambiente o aumento exponencial e alarmante do desmatamento da Amazônia, consequência direta do desmonte deliberado de políticas públicas voltadas à proteção do meio ambiente, pode levar a Floresta Amazônica a um 'ponto de não retorno', situação na qual a floresta não consegue mais se regenerar", disseram os promotores.

Gostou? Compartilhe!