Diogo Branco alerta para risco de exageros em procedimentos estéticos

Cirurgião dentista destaca a importância de conscientizar os pacientes sobre perigos no procedimento
Foto: Reprodução / MF Press GlobalDiogo Branco, especialista em Harmonização Facial
Diogo Branco, especialista em Harmonização Facial

Em busca do rosto perfeito, homens e mulheres tem recorrido cada vez mais a procedimentos como a Harmonização Facial, mas é importante ressaltar que para conseguir uma aparência mais bonita não vale tudo. Para o especialista nesse tipo de procedimento, o cirurgião dentista Diogo Branco, é preciso tomar cuidado com exageros em qualquer tratamento estético, já que o resultados podem ser muitas vezes irreversíveis.

De acordo com o profissional, é necessário educar os pacientes, explicar tudo sobre o procedimentos, os prós e contras e também orientar quanto a possíveis exageros. “Eles acontecem nessa busca pela perfeição e pelo ideal que geralmente existe apenas na cabeça do próprio paciente. É comum que, nós que trabalhamos com Harmonização Facial, nos deparemos com situações de pacientes que nunca estão satisfeitos com seu rosto e querem cada vez mais”, relatou.

Branco ressalta que é preciso respeitar a individualidade de cada um. “É cada vez mais comum que os pacientes cheguem ao consultório pedindo a boca da atriz Angelina Jolie, a mandíbula de um ator famoso, a pele da cantora Sandy, e por aí vai, mas nem tudo que serve para uma pessoa, serve também para outra. E, inclusive, é essa diversidade que torna o mundo mais belo. Já pensou se todo mundo fosse igual?, questionou”.

Foto: Reprodução / MF Press GlobalDiogo Branco, especialista em Harmonização Facial
Diogo Branco, especialista em Harmonização Facial

Ele destaca que as estruturas são diferentes em cada rosto, desde o formato do osso, que é diferente entre as pessoas e vai mudando com o passar dos anos, às demais camadas como coxins adiposos, musculatura, e estrutura dérmica. “É claro que se sentir bem com a aparência é importante. Até certo ponto, a busca pela perfeição até pode ser saudável, pois devolve o bem-estar da pessoa. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o conceito de saúde não é apenas a ausência de enfermidades, ele engloba também o bem-estar, mas não se pode fazer qualquer coisa em busca disso”, avaliou.

O cirurgião dentista faz um alerta inclusive para outros profissionais da área. Ele destaca que nem sempre vale a pena se sujeitar a realizar um procedimento num paciente sabendo que ficará inestético. “Ele pode, além de desfigurar o rosto do paciente, sujar seu nome profissional também. Portanto, nem sempre o dinheiro fala mais alto nessas horas”.

Dicas

Uma dica para evitar exageros é fazer os procedimentos aos poucos para que seja possível avaliar os resultados de cada sessão e evitar exageros. Outra medida é se atentar ao material utilizado. “Existem produtos preenchedores que são permanentes como o PMMA, ou seja, uma vez colocados no local injetado, permanecem lá a vida inteira. Isso é diferente do ácido hialurônico, material em voga hoje em dia, que pode ser removido e é reabsorvível, ou seja, dura em média 12 meses em média”, finalizou.

Gostou? Compartilhe!