Governo revisa para cima projeção de inflação neste ano

Equipe do governo também espera queda menor do PIB

O governo revisou para cima a projeção para a inflação oficial neste ano, de 1,8% para 3,1%, segundo o Boletim Macrofiscal, divulgado nesta terça-feira pelo Ministério da Economia.

No mesmo documento, elaborado pela Secretaria de Política Econômica, a pasta também alterou a previsão para a queda do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, de retração de 4,7% para um tombo de 4,5%. Para o terceiro trimestre, a projeção do governo é que a economia brasileira crescerá 8,3%, em relação aos três meses anteriores. Divulgado na sexta-feira passada, o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), uma espécie de prévia do PIB, apontou que a economia do país cresceu 9,5% no terceiro trimestre de 2020 na comparação com o trimestre anterior.

As últimas projeções do Ministério da Economia haviam sido publicadas pela secretaria em setembro. A revisão dos dados de inflação ocorre após a alta de preços concentrada nos segmentos de alimentos e material de construção. O movimento é atribuído ao aumento da demanda causado pelo auxílio emergencial nos últimos meses.

Nas últimas semanas, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem afirmado que a inflação — percebida principalmente por famílias da baixa renda — é uma alta transitória e setorial, que tende a se dissipar nos próximos meses. A projeção oficial para a inflação está mais otimista que a de analistas do mercado financeiro, que esperam que o IPCA encerre 2020 em 3,25%, segundo o Boletim Focus.

Gostou? Compartilhe!